<<< Principal

 

 

 

 

Um espaço de trabalho e serviço para homens y mulheres de Boa Vontade 

de Brasil, Uruguai, Argentina e Iberoamérica toda

 

Voltar a Cartas de Notícias >>>

Carta de Notícias


 

     Carta de Notícias nº 3                      Setembro  2002      

 

Presentes da juventudes, presentes da Velhice

 

Os dois extremos do espectro da idade, os jovens e os velhos, foram alvo da atenção da ONU este ano. Questiona-se que a única identidade destas duas fases da vida humana é o perigo de serem destruídas. A mídia exerce enorme pressão para que os jovens se tornem consumidores, e "cresçam" o mais depressa possível. Isto solapa a infância como um período não forçado de desenvolvimento da individualidade. As crianças são apressadamente introduzidas à idade adulta antes que possam saber o que realmente são, com um punhado de modelos de comportamento criados pela mídia como "tocadores de flauta", atraindo-as para os "brilhantes prêmios" da vida adulta. E os velhos são vistos não tanto como uma fonte de sábia experiência para a comunidade, mas como um outro grupo de consumidores alvo dos anunciantes à luz de uma população envelhecida, a qual, nos países industrializados, cresce em renda. A situação angustiante de velhos e jovens nos países onde o dinheiro é escasso, de uma espécie diferente e está ligado ao desafio ainda maior que é ganhar dinheiro suficiente para permanecer vivo nesses países. Mas, o resultado final é o mesmo - dois períodos de vida que deveriam contribuir para o aperfeiçoamento do caráter são encurtados.


No centro deste problema está um conflito de valores. A sociedade industrial moderna parece mais preocupada com a utilidade das pessoas para a sociedade, seu valor de uso, do que qualquer intrínseco neles como indivíduos. Em termos nus e crus, uma pessoa é considerada útil para a sociedade se ela consume e produz coisas para o consumo de outros1. Porque os jovens e os velos realizam menos nestas duas coisas, isso significa que essas fases da vida são menos úteis, e por isso, menos valiosas. Embora esta seja uma maneira um tanto simplista de apresentar o problema, é inegável que tanto os jovens quanto os idosos estão tendo seus direitos usurpados; espera-se que os jovens tomem sofisticadas decisões de consumo e que os idosos trabalhem por mais tempo. E para quê? Para que o dinheiro e as coisas em circulação continuem a aumentar. Não seria mais sábio perguntar qual o propósito destas duas fases da vida e, de acordo com ele, moldar a sociedade? Tentemos imaginar brevemente alguns dos efeitos que isto poderia ter.


Primeiro, a questão da vocação para os jovens seria olhada mais seriamente, uma vez que a natureza única e o caminho do desenvolvimento de cada indivíduo seriam o principal foco de atenção, e não a aptidão para uma certa classe de habilidades vendáveis2. Uma tal abordagem teria vastas implicações para o mundo do trabalho. Na outra ponta do espectro da idade, a questão da vocação entraria novamente, desta vez não preocupada com conquistas externas, mas antes com o trabalho interior ou subjetivo a ser ainda realizado - a completação da tarefa da vida. Este processo interior de destilar a essência das experiências da vida foi descrito por Zalman Schacter-Shalomi como "destilando sabedoria"3. Tendo alcançado um ponto de visão interna de sua própria vida e tempos, esses indivíduos estariam em uma boa posição para aconselhar outros. A tradição da sabedoria dos mais velhos, evidente em muitas sociedades de povos indígenas, poderia ser re-avidada para uma era onde corremos o perigo de nos afogarmos numa torrente de informações. Isto também, sem dúvida, teria implicações para os modos pelos quais as comunidades chegariam a decisões, e assim, para a sociedade como um todo. Ao levar a sério o potencial espiritual e o destino de cada pessoa, tais mudanças de atitude quanto à importância dos jovens e dos idosos poderia enriquecer profundamente a sociedade e ajudar a resolver seus problemas.


A urgência dos tempos já está dando nascimento a modos para jovens e velhos fazerem significativas contribuições. A Assembléia Mundial da Juventude4, que coordena conselhos e organizações nacionais da juventude, tem status consultivo com as Nações Unidas, e é guiada em suas ações pela Declaração Universal de Direitos Humanos. O Parlamento Internacional da Juventude é um projeto Oxfam dirigido por jovens com 250 Parceiros na Ação em 150 países5. Sua visão é "a juventude construindo um mundo eqüitativo, sustentável e pacífico." "Seja você a mudança!" descreve-se a si mesmo como "o primeiro programa de desenvolvimento internacional conduzido pelos jovens, inteiramente focalizado em projetos desenvolvidos e executados por jovens entre 12 e 25 anos."6 Em 1989, Zalman Schacter-Shalomi, citado anteriormente, fundou o Spiritual Eldering Institute, uma organização multi-religiosa empenhada em afirmar a importância dos anos da velhice, e a ensinar as pessoas a colher o fruto de sabedoria de suas vidas e transformá-lo num legado para as futuras gerações.3 Os "Idosos da Terra" são uma emergente rede de trabalho global conectando pessoas de meia-idade e idosos dedicados a ajudar a criar um futuro justo, sagrado e sustentável para todas os filhos, netos e gerações futuras."7 Nestas e muitas outras iniciativas, os jovens e os velhos estão passando para além de um estilo consumista de vida para o reconhecimento de suas responsabilidades para com os outros e com a Terra.


Uma parte integral de um quadrado de consumismo econômico é a criação de lucro. Porém, torna-se cada vez mais claro que a busca de lucro sem o controle da ética - "o comércio sem moralidade" de Gandhi - é um mal de nossos tempos. O famoso historiador britânico, Lord Acton, disse que "todo poder tende a corromper; o poder absoluto corrompe absolutamente", e no momento, uma das alavancas globais do poder é o dinheiro. Assim, quando grandes somas estão em jogo, há a tentação para permitir que práticas desonestas comecem a infiltrar-se. Desta maneira começa a descida da ladeira para a corrupção. Mas isto só pode acontecer se o fluxo do dinheiro dentro e entre organizações for mais ou menos opaco ao escrutínio exterior. Daí a reivindicação de vários grupos para que haja maior transparência e responsabilidade nos negócios, descrita em um dos artigos que se seguem.


Continuar a devorar a Terra num insaciável e corrupto desejo por "mais", ou preservar seus tesouros para aqueles que nos seguirão - esta é a escolha diante de nós, jovens, de meia-idade e velhos. Governos, negócios e a sociedade civil encontram-se em Johannesburgo na Cúpula da Terra 2002 para refletir sobre esta escolha. Possam eles tomar suas decisões à luz do idealismo da juventude e da sabedoria da velhice, que todas as gerações possam contribuir para a construção de um mundo melhor para todos.


1. Um grupo focalizado em reduzir o consumo pessoal tanto como um gesto de solidariedade com os pobres como porque mostra bom senso ambiental, é o Movimento pelo Estilo de Vida, cujo lema é, "Viva simplesmente, para que outros possam simplesmente viver." 

Tel: +44-(0)117-951-4509; Web: www.lifestyle-movement.org.uk


2. Esta idéia é ricamente explorada no clássico trabalho de Theodore Roszak Pessoa/Planeta, Paladin, 1081.


3. Citado no Comentário da Boa Vontade Mundial n.º 23, Envelhecendo no Caminho da Alma, encontrado na Boa Vontade Mundial, o termo aparece em From Age-ing to Sage-ing, Zalman Schacter-Shalomi e Roland Miller, 1995, Warner Books. Zalman Schacter-Shalomi também fundou o Spiritual Eldering Institute, 970 Aurora Avenue, Boulder, Colorado 80302, USA. 

Tel: +1-303-449-7243; Fax: +1-303-938-1277;
Email: info@spiritualeldering.org 
Web: www.spiritualeldering.org 


4. Assembléia Mundial da Juventude, Centro Internacional da Juventude, Jalan Dr Yaacob Latif, Bandar Tun Razak, 56000 Kuala Lumpur, MALAYSIA. Tel: +603-91732722; Fax: +603-91736011;
Email: hp@worldassemblyofyouth.org 
Web: www.worldassemblyofyouth.org 


5. Parlamento Internacional da Juventude, Oxfam Community Aid Abroad, GPO Box 1000, Sydney NSW 1043, AUSTRALIA Tel: +61-2-8204-3900; Fax: +61-2-9280-3426; 

Email: info@iyp.oxfam.org 
Web: www.iyp.oxfam.org 


6. Seja a Mudança! é um projeto de Peace Child International, e mais detalhes encontram-se na nossa publicação n.º 1 de 2001 assunto. Peace Child International, The White House, 46 High Street, Buntingford, Hertfordshire, SG9 9AH, UK. Tel: +44-176-327-4459; Fax: +44-176-327-4460;
Email: contact@peacechild.org 
Web: www.peacechild.org 


7. Earth Elders, PO Box 16671, Chapel Hill, NC 27516-6671, USA. 

Web: www.eartelders.org 


 O direito de nascimento de uma criança                                                                       


A triste realidade hoje é que nascer nas favelas que se estendem para fora dos principais centros urbanos no mundo em desenvolvimento, é ver negadas as comodidades básicas que tornam a vida digna de ser vivida. A situação angustiosa da vasta maioria de mais de 50% da população mundial que vive com menos de dois dólares por dia, é verdadeiramente desesperadora - e a situação é particularmente corrosiva para os jovens, que vêem sua infância ser roubada pela pobreza endêmica na qual são forçados a viver.


A Organização Internacional do Trabalho (OIT) estima que haja correntemente 250 milhões de crianças entre 5 a 14 anos trabalhando no mundo - metade dos quais em horário integral. A angustiosa situação de meninas admitidas no serviço doméstico é particularmente trágica com um número significativo delas terminando em situações de abuso sexual. Outras meninas e, às vezes, meninos, são abertamente vendidos para a escravidão sexual pelos próprios pais, os quais, devido à sua própria pobreza, conscientemente os sacrificam por alguns dólares. E com a pandêmica AIDS estendendo-se por muitas partes do mundo em desenvolvimento, tais ações freqüentemente trazem em si mesmas uma sentença de morte.


Para pôr um fim a tais abusos será necessário o compromisso unido da comunidade mundial, e medidas já estão sendo tomadas; a idéia apresentada é de que as piores formas de trabalho infantil - como a escravidão e a exploração sexual - serão consideradas como crimes contra a humanidade. Educação compulsória e fortes sindicatos trabalhistas tornaram-se o ponto focal da política de desenvolvimento uma vez que ambos desempenham um papel fundamental no combate ao trabalho infantil. No setor privado, é a ativa comunidade das ONGs que assume um importante papel na execução de medidas preventivas para os jovens.


 Trabalho infantil                                                                                                                  


Uma particularmente insidiosa forma de trabalho infantil é a das crianças - soldados. Estima-se que mais de 300.00 crianças menores de 18 anos - meninas e meninos - estejam trabalhando como soldados com forças armadas governamentais e grupos armados de oposição em mais de 30 países no mundo todo.1 Enquanto muitas crianças são usadas para lutar nas linhas de frente, outras trabalham como espiões, mensageiros, criados, escravos sexuais e na colocação e retirada de minas. Crianças - soldados são facilmente levadas à obediência cega pela lavagem cerebral, freqüentemente através do uso de álcool e drogas. Pouco valor é atribuído às suas vidas e, por isso, pouco ou nenhum treinamento lhes é dado antes de serem lançados às linhas de frente. As cicatrizes psicológicas resultantes dessas precoces experiências são difíceis de apagar.


No final dos anos 90, vários grupos nacionais e internacionais começaram a organizar-se na tentativa de influenciar a opinião pública e recrutar a vontade política para combater a exploração de crianças. Recentemente, eles convocaram uma reunião durante a Conferência Internacional sobre Financiamento para o Desenvolvimento, em Monterrey, México, em março de 2002, na qual pleiteavam um aumento para os gastos do desenvolvimento para eliminar o trabalho infantil e oferecer educação grátis e de qualidade. Uma organização internacional, Marcha Global, preocupada com a exploração infantil, está pleiteando 0,1% do produto nacional bruto (PIB) dos países desenvolvidos para ser usado para esses fins. Porém, Monterrey não aceitou a proposta. Em resposta a isto, o presidente do Marcha Global, Kailash Satyarthi, disse o seguinte, "A pobreza da vontade política global está mais uma vez demonstrada em Monterrey, uma vez que a comunidade mundial novamente fracassou em consignar os recursos suficientes para realizar as Metas de Desenvolvimento do Milênio. As crianças serão as que mais sofrerão pela falta de vontade política dos líderes mundiais. Se o mundo industrializado não está preparado para investir uma bagatela de sua renda no interesse das crianças desvalidas, a pobreza jamais poderá ser aliviada, nem o flagelo do terrorismo global e a insurreição debelados."


A comunidade mundial deveria também atuar de outras maneiras - ratificando e cumprindo a Convenção sobre os Direitos da Criança (que os Estados Unidos e a Somália ainda não assinaram) e As Piores Formas de Trabalho Infantil da Organização Internacional do Trabalho, Convenção n.º 182 que reivindica proteções contra o trabalho infantil e o tráfico de crianças. Um outro poderoso meio de afetar a mudança global é ajudando a deter a divisão digital que presentemente nega o acesso à tecnologia das comunicações àquele segmento do planeta que mais precisa de maior acesso às ferramentas educacionais.


As crianças e jovens no mundo desenvolvido também enfrentam desafios - os desafios apresentados por uma cultura materialista com seus valores mal colocados, a negligência dos pais, abuso de recursos, saturação de sexo, stress motivado pela hiperatividade e uma resultante depressão generalizada. Também, muitas escolas permanecem presas a estruturas passadas que são inadequadas para atender às necessidades do jovem hoje. São muitas as iniciativas educacionais criativas, porém, muito freqüentemente, o acesso a elas está limitado a uns poucos afortunados. Educação alternativa de alta qualidade deveria tornar-se corrente - mantendo o melhor dos sistemas passados enquanto apresentando idéias inovadoras e mais adequadas aos jovens de hoje. São necessárias escolas que promovam um clima de alegria e criatividade - que tente atender às necessidades individuais de cada criança assim como criar as sementes de uma vida de serviço instilando os fundamentos do trabalho coletivo, grupal.


Para os jovens do mundo todo a esmagadora mensagem que eles recebem é de que devem crescer rapidamente. Assim, os preciosos anos da infância que passam tão velozmente são quase sempre extintos devido a uma entrada prematura no mundo adulto - uma condição que é uma das grandes tragédias deste "fim de era". As crianças precisam de tempo para crescer, tempo para brincar. Elas precisam de tempo para desenvolver a sutil essência do eu, sua contribuição única para o todo. Se a atmosfera adequada for criada durante os primeiros anos - uma atmosfera de amor, paciência, atividade ordenada e compreensão, então a verdadeira natureza da criança poderá florescer e crescer. Este é o direito de nascimento de cada criança.


1. Extrato do "Relatório Global de 2002 sobre Soldados-crianças", disponível em A Coalizão para Pôr Fim ao Uso de Soldados-crianças, 2nd floor, 2-12 Pentonville Rd., London N1 9FP, UK. Tel: +44-(0)20-7713-2761; Fax: +44(0)20-7713-2794;
Email: info@child-soldiers.org 
Web: www.child-soldiers.org 


Grupos mencionados neste artigo: A (OIT), Organização Internacional de Trabalho, 4, route des Morillons, CH-1211 Geneva 22, SWITZERLAND. Tel: +41-22-799-6111; Fax: +41-22-798-8685;
Email: ilo@ilo.org 

Web: www.ilo.org 


Marcha Global Contra o Trabalho Infantil L-6, Kalkaji, New Delhi - 19, INDIA. Tel: 91-11-6224899, 6475481; Fax: 91-11-6236818; 

Email: yatra@del2.vsnl.net.in 
Web: www.globalmarch.org 


BOA VONTADE É ... uma ponte de compreensão entre as gerações.

 


 Recentes iniciativas das naçoes unidas relacionadas à juventud e à velhice       


Nos últimos anos, sob o patrocínio de Kofi Annan, o Secretário Geral das Nações Unidas, aumentaram grandemente as iniciativas envolvendo a sociedade civil nos muitos problemas do mundo. Este envolvimento é partilhado pelas inúmeras organizações não-governamentais (ONGs) que se estão integrando cada vez mais ao Sistema das Nações Unidas. Estas ONGs encontram-se em todos os países do mundo e são compostas pelos líderes dentro da sociedade civil. Elas têm acesso às facilidades das Nações Unidas através do Departamento de Informação do Centro de Recursos e têm amplo acesso aos governos e sociedade civil dentro de suas respectivas regiões.


O Relatório do Milênio delineado por Kofi Annan (que pode ser lido na Internet: www.un.org/millennium/sg/report/), expõe as metas para a sociedade civil durante as próximas décadas. Outras iniciativas voltadas para a consecução dessas metas são as numerosas sessões especiais e conferências que são convocadas pelas Nações Unidas - para discutir e procurar métodos para a correção dos problemas mundiais.


A Segunda Assembléia Mundial sobre Envelhecimento convocada em Madrid, de 8 a 12 de abril. O encontro adotou um plano de ação e uma estratégia a longo prazo sobre o envelhecimento. Algumas das declarações e resoluções incluíam o seguinte: "O século vinte presenciou uma revolução na longevidade. A expectativa média de vida no nascimento foi acrescida de 20 anos desde 1950 para 66 anos e espera-se estender mais 10 anos por volta de 2050. Este triunfo demográfico e rápido crescimento da população na primeira metade do século 21 significa que o número de pessoas acima de 60 anos aumentará em cerca de 600 milhões em 2002 para quase 2.000 milhões em 2050, e a proporção de pessoas definidas como idosas está projetada para aumentar globalmente de 10% em 1998 para 15% em 2025. Cada faceta da humanidade envolverá: o social, o econômico, político, cultural, psicológico e o espiritual." "Foi assumido o compromisso de não poupar esforços para fortalecer as regras da lei, promover a igualdade entre os sexos, promover e proteger os direitos humanos e liberdades fundamentais, incluindo a eliminação da discriminação da idade. Pessoas idosas deverão ter a oportunidade de trabalhar enquanto assim o desejarem, continuar a ter acesso à educação e programas de treinamento, cobertura de saúde e seguro".


De 8 a 10 de maio, a Assembléia Geral realizou uma Sessão Especial sobre crianças, a qual foi precedida por um fórum de crianças, em 6 e 7 de maio, onde crianças prepararam reuniões e dialogaram com adultos. "70 chefes de Estado, agências das Nações Unidas, organizações intergovernamentais, líderes religiosos, parlamentares, e mais de 2000 ONGs participaram. Eles examinaram conquistas feitas na implementação da cúpula da Declaração sobre Sobrevivência, Proteção e Desenvolvimento das Crianças, assim como o Plano de ação para a sua execução. A Sra. Becker, da Vigilância dos Direitos Humanos, disse "que mais de 125 milhões de crianças estavam fora da escola; 250 milhões estavam envolvidas com o trabalho infantil, incluindo milhões que eram vítimas de exploração sexual e tráfico. Dez milhões mais morriam a cada ano de má nutrição e doenças que podiam ser evitadas. O Plano de Ação estabelece metas específicas a alcançar nos campos da saúde, educação, proteção contra o abuso, exploração e violência, assim como o combate a AIDS/HIV entre as crianças, para construir um mundo apropriado às crianças". Para contribuir para este objetivo, o dia 12 de agosto de cada ano será celebrado como o Dia Internacional da Juventude.


A informação para este artigo foi retirada da web site da ONU: www.un.org 


 Desvelando a corrupção financeira                                                                                


No presente volátil clima global, raramente se passa uma semana sem alguma referência na mídia à corrupção nos negócios, no governo e na sociedade civil em geral. Todos nós estamos familiarizados com os óbvios exemplos do Enron e WorldCom que, presumivelmente, através de práticas contábeis fraudulentas, levaram a ondas de choque reverberando por todos os baluartes da livre iniciativa e corporativa América. Mas, este problema também aflige países com menores recursos financeiros.


Talvez agora, como jamais antes, um vento de mudança esteja no ar, e o momentum para a promoção de saudáveis valores éticos em todas as áreas da sociedade civil para deter os danosos efeitos de práticas irresponsáveis esteja ganhando força. O pensamento egoísta e separatista não é um fenômeno novo. O que é novo é a crescente exigência para maior responsabilidade e lisura daqueles em posição de poder e influência, sejam eles políticos, capitães da indústria, ou qualquer indivíduo ou grupo que exerça poder sobre outros. Hoje, "transparência" e "responsabilidade" são as novas senhas.


Num nível exterior, a corrupção tem sido definida como "o emprego incorreto do poder público para proveito privado".1 Sob uma perspectiva interna, a corrupção pode ser considerada como a quebra do fluxo natural espiritual e da harmonia da vida. A corrupção financeira brota do pensamento materialista, com a tendência da mente inferior, não qualificada pelos valores éticos, para manipular por razões de auto-engrandecimento, ou para o ganho pessoal de uns poucos às expensas dos muitos. O impacto da corrupção sobre a vida das pessoas comuns é incalculável. Analisando seus inaceitáveis efeitos, o Programa Global contra a Corrupção comenta: "A corrupção ocasiona redução de investimentos ou mesmo sua ausência, com muitos efeitos a longo prazo, incluindo a polarização social, a falta de respeito pelos direitos humanos, práticas antidemocráticas e desvio de fundos destinados ao desenvolvimento e serviços essenciais... O desvio de escassos recursos por grupos corruptos afeta a habilidade do governo para prover serviços básicos aos seus cidadãos e encorajar uma economia sustentável e o desenvolvimento social e político. Acima de tudo, isso pode comprometer a saúde e segurança dos cidadãos, através, por exemplo, de projetos de infraestrutura mal projetados e escassez de medicamentos ou suprimentos fora de validade..."2


"Juntamente com a crescente relutância de investidores internacionais em destinar fundos para os países onde falta adequado cumprimento da lei, transparência e responsabilidade na administração governamental, a corrupção tem o seu maior impacto sobre a parte mais vulnerável da população de um país, os pobres."3


O quê, então, está sendo feito para vencer estes negativos desenvolvimentos na sociedade? Neste artigo, focalizaremos as atividades de quatro distintas, porém inter-relacionadas iniciativas que partilham uma visão comum para combater a corrupção.


A New Economics Foundation há vários anos está envolvida em tentar deter os destrutivos efeitos do mercado livre sobre o meio ambiente. A Fundação promove a idéia de uma "Incorporação de Responsabilidade", "para mudar para melhor, o impacto das incorporações sobre a sociedade."4


Como parte de seu atual programa para reformar o comportamento corporativo, a Fundação, através de sua Campanha para a Responsabilidade Corporativa visa a abrir o debate sobre a responsabilidade civil das corporações, e promover a obrigatoriedade de relatórios sociais e ambientais pelas companhias.


Transparency International é um importante ajuste no trabalho em prol de padrões mais altos na vida pública. Como uma organização internacional não-governamental, ela tem por objetivo combater a corrupção e "reunir a sociedade civil, os negócios e o governo numa poderosa coalizão global."5 Lançada em 1993, a Transparência Internacional está agora ativa em mais de 80 países no mundo todo. Através de sua Rede de Trabalho Nacional, estratégias nacionais anticorrupção estão sendo desenvolvidas em muitos países.


A Transparência Internacional define a sua visão como "um mundo no qual governo, política, negócios, sociedade civil e a vida diária das pessoas estejam livres da corrupção", condicionado pelos valores de "transparência, responsabilidade, solidariedade, coragem, justiça e democracia."6
No ano passado a Transparência Internacional lançou o Relatório Global de Corrupção (GCR), uma nova publicação anual, que reúne notícias e análises sobre a corrupção e a luta contra a corrupção, indicando tendências internacionais e regionais. focalizando casos dignos de nota, e oferecendo útil evidência empírica de corrupção."7


Também, a cada ano, a Transparência Internacional publica o Index de Percepções da Corrupção (CPI) e um Index de Pagadores de Suborno (BPI), que são, respectivamente, dois conjuntos de estatística que mostram os níveis percebidos de corrupção entre funcionários públicos e o lado da oferta de corrupção, enfileirando os principais países exportadores de acordo com sua propensão ao suborno.8.


O Programa Global contra a Corrupção lançado pelo Centro para a Prevenção Internacional do Crime do Escritório das Nações Unidas para o Controle de Drogas e Prevenção do Crime é outra importante iniciativa.


O Programa Global contra a Corrupção sugere que governo e políticas de desenvolvimento falhas, contas e balanças inadequados, uma sociedade civil não-desenvolvida, um fraco ou corrupto sistema judicial, e a falta de responsabilidade e transparência são todos fatores contribuintes que se prestam a práticas corruptas.


O Programa oferece cooperação técnica no nível internacional, nacional e municipal. Os projetos pilotos estão planejados em países selecionados na África, Ásia, Oriente Médio, América Latina e Europa Oriental. Os projetos testarão novas abordagens e ferramentas anticorrupção, incluirão estudos regulares de tendências de corrupção nos países do projeto.


Uma outra iniciativa para atacar a corrupção está organizada pelo Banco Mundial9. Desde 1996, o Banco Mundial tem apoiado mais de 600 programas anticorrupção e iniciativas governamentais.


Entre junho e outubro de 2002, o Banco Mundial está patrocinando um programa de aprendizado à distância: Programa de Aprendizado de Boa Governança para Jovens, no qual estão envolvidos jovens de Gana, Rússia, Tanzânia, Uganda, Ucrânia, Estados Unidos, Yuguslávia e Zâmbia. Um dos principais objetivos do programa é levar os jovens a entender a necessidade de ação de seus governos no combate à corrupção.


Nesta discussão tocamos apenas em algumas das importantes iniciativas dedicadas à expressão de padrões mais elevados na sociedade civil. Estes desenvolvimentos exteriores nada mais são do que um reflexo de um desenvolvimento da consciência interior, pela humanidade, de valores inspirados por uma cultura da alma. À medida que as pessoas de boa vontade façam ouvir a sua voz na sociedade civil, e à medida que cresça sua influência, assim também todos aqueles em posições de poder precisarão de honestidade e probidade no seu dia a dia. Uma consciência ética global está emergindo, baseada no bem do todo, e os direitos e responsabilidades do indivíduo, e liderada por visionários pensadores e reformadores, que são inspirados pela energia universal da boa vontade. A boa vontade focalizada e expressa por cada um de nós eventualmente ajudará a precipitar o surgimento de uma nova e mais esclarecida ordem global.


1. The Unesco Courier, October 2001, p. 41.


2. United Nations Office for Drug Control and Crime Prevention, Vienna International Centre, PO Box 500, A-1400 Vienna, AUSTRIA. Tel: +43-1-26060-0; Fax: +43-1-26060-5866; Email: odccp@odccp.org  Web: www.odccp.org 


3. Idem.


4. New Economics Foundation, Cinnamon House, 6-8 Cole Street, London, SE1 4YH, UK. Tel: +44-(0)20-7089-2800; Fax: +44-(0)20-7407-6473;
Email: info@neweconomics.org  Web: www.neweconomics.org 


5. Transparency International, Otto-Suhr-Allee 97/99, 10585 Berlin, GERMANY. Tel: +49-30-3438200; Fax: +49-30-34703912; Email: ti@transparency.org  web: www.transparency.org 


6. Idem.
7. Idem.
8. Idem.


9. The World Bank, 1818 H Street, N.W., Washington, DC 20433, U.S.A. Tel: +1-(202)-473-1000; Fax: +1-(202)-477-6391; Web: www.worldbank.org


 Atividades de transição                                                                                                    


Através do período de transição para um novo mundo de unidade, paz e corretas relações, muitos grupos de pessoas de boa vontade estão emergindo cujas atividades são características do novo grupo de servidores do mundo.


Paz Um Dia, uma organização não-sectária e apolítica, está pedindo aos povos do mundo para honrar e celebrar o Dia Internacional da Paz das Nações Unidas, um dia de cessar fogo e não-violência global, fixado agora no calendário anual como 21 de setembro a partir de 2002. A Assembléia Geral das Nações Unidas unanimemente adotou a resolução 55/282 formalmente estabelecendo o Dia da Paz da ONU como um evento anual, comemorando e fortalecendo os ideais de paz dentro e entre todas as nações e povos, desse modo ajudando a aliviar tensões e as causas de conflito. Todos os estados membros, órgãos do sistema da ONU, organizações regionais, ONGs e indivíduos estão convidados para comemorar, de maneira apropriada, e colaborar com a ONU no estabelecimento do cessar fogo global. Paz Um Dia, lançada em 1999 com vasto suporte de muitos indivíduos e organizações, começou como a visão do jovem cineasta britânico Jeremy Gilley, e com sucesso conduziu a iniciativa ao estabelecimento do Dia da Paz das Nações Unidas a um evento anual. A visão do Dia da Paz vai muito além da cessação do conflito e oferece a oportunidade aos povos do mundo para criar um momento de unidade global. O compromisso da Paz Um Dia é o de informar as pessoas da existência do Dia da Paz da ONU, e encorajar as pessoas em todo mundo a juntar-se a esta iniciativa num espírito de unidade global. Para fomentar este objetivo há um web site que inclui informações sobre o Dia, com uma seleção de compromissos de indivíduos, governos, organizações regionais, ONGs, estabelecimentos educacionais e grupos religiosos/espirituais em todo mundo. Também um vídeo de 8 minutos, em apoio aos planos das pessoas no dia, pode ser obtido pelo Correio.


Especialmente os jovens estão sendo encorajados a unir-se num compromisso específico para marcar o Dia. Compromissos, grandes ou pequenos, podem ser enviados pelo Correio para o endereço abaixo, ou por email para: commitments@ peaceoneday.org Assim como publicidade via a website, cartas têm sido enviadas para cerca de 4.000 ONGs em todo mundo e também para os Chefes de todos os estados-membros da ONU e respectivos embaixadores da ONU, todos os ministros da educação, ministros do esporte, chefes de todas as agências da ONU, organizações religiosas, estabelecimentos educacionais, corporações e indivíduos chaves em todo globo. Para maiores informações contate o webside: 

 

www.peaceoneday.org  ou escreva para Peace One Day Limited, The Old Truman Brewery, 91 Brick Lane, London, E1 6QL. Tel: +44(0)20-7456-9180; Fax: +44-(0)20-73775-2007,

Email: info@peaceoneday.org


 A Grande Invocação                                                                                                          


Esta invocação ou Oração não pertence a qualquer pessoa ou grupo, mas a toda Humanidade. A beleza e a força desta Invocação jogam em sua simplicidade e em sua expressão de certas vontades centrais que todas as pessoas, inata e normalmente aceitam - a verdade da existência de uma inteligência básica a quem vagamente damos os nome de Deus; a verdade que por trás de toda aparência externa, o poder motivado do Universo é o Amor; a verdade que uma Grande Individualidade veio à terra, chamada pelos cristãos, o Cristo, e encarnar aquele amor de modo que o pudéssemos compreender; a verdade que tanto o amor como a inteligência são efeitos do que é a chamada a Vontade de Deus; e finalmente a verdade auto-evidente que somente através da própria humanidade pode o Plano Divino cumprir-se. Recentemente, a redação foi adaptada, para facilitar uma distribuição ainda maior. Para uma explicação mais detalhada das razões da adaptação, consultar o artigo A Grande Invocação: Serviço num Mundo em Transição, na edição do nº 4 de 2000 da carta de Notícias, ou escreva para Boa Vontade Mundial, no endereço abaixo.


A grande invocação

 

Do ponto de Luz na Mente de Deus,

Flua Luz às mentes dos homens;

Que a luz desça à Terra.

 

Do ponto de Amor no Coração de Deus,

Flua amor aos corações dos homens;

Que o Cristo* volte à Terra.

 

Do centro onde a Vontade de Deus é conhecida,

Guie o propósito as pequenas vontades dos homens. 

-O propósito que os Mestres conhecem e a que servem.

 

Do centro a que chamamos raça dos homens,

Cumpra-se o Plano de Amor e Luz

E que Ele cerre a porta onde mora o mal.

 

Que a Luz, o Amor e o Poder restabeleçam o Plano na Terra.

 

----------------------

 

(versão adaptada)

 

Do ponto de Luz na Mente de Deus

Flua luz às mentes humanas,

Que a Luz desça à Terra.

 

Do ponto de Amor no Coração de Deus

Flua amor aos corações humanos

Que Aquele Que Vem volte à Terra.

 

Do centro onde a Vontade de Deus é conhecida

Guie o propósito todas as pequenas vontades humanas -

O propósito que os Mestres conhecem e a que servem.

 

Do centro a que chamamos a raça humana

Cumpra-se o Plano de Amor e Luz

E que ele vede a porta onde mora o mal.

 

Que a Luz, o Amor e o Poder Restabeleçam o Plano na Terra.


Para maiores informações sobre o Dia Mundial da Invocação e como promovê-lo dentro de sua comunidade, faça contato com a Boa Vontade Mundial. A Grande Invocação está traduzida em cerca de 70 idiomas. (ver nosso website em www.worldgoodwill.org  para uma selação das traduções). Ofertas para novas traduções e distribuição são sempre bem vindas. 

 

 Ajudando a construir corretas relaçoes humanas                  ISSN 0818-4984       


Boa Vontade Mundial é um movimento internacional para ajudar a mobilizar a energia da Boa Vontade e a construir corretas relações humanas. Foi estabelecido em 1932 como uma atividade de serviço da Fundação Lucis (Lucis Trust). A Lucis Trust é uma instituição educacional beneficente registrada na Inglaterra. Nos Estados Unidos é uma corporação educacional sem fins lucrativos, e na Suíça está registrada como associação sem fins lucrativos. 

 

Boa Vontade Mundial é reconhecida pelas Nações Unidas como Organização Não Governamental e é representada nas sessões de informação na sede das Nações Unidas. A Lucis Trust está na lista do Conselho Econômico e Social das Nações Unidas.


A Carta de Notícias de Boa Vontade Mundial é publicada três vezes por ano. Exemplares para distribuição serão enviados a pedido. A Carta de Notícias é encontrada em dinamarquês, holandês, francês, alemão, grego, italiano, português, russo, espanhol e sueco.


O endereço da Carta de Notícia na Internet é: www.worldgoodwill.org 


Boa Vontade Mundial conta exclusivamente com donativos para manter seu trabalho. Carta de Notícias é distribuída gratuitamente para a maior divulgação possível, mas donativos são sempre necessários para este serviço, e sempre muito bem-vindos.

 

 

     Comunidade Britanica                  Europa                                  Americas

3 Whitehall Court 1 Rue de Varembé (3è) 120 Wall Street
Suite 54 Case Postale 31 24th Floor
London, SW1A 2EF 1211 Geneva 20 Nova York, NY 10005
UK Switzerland USA


Por autorização de Boa Vontade Mundial, este boletim é publicado e distribuído no Brasil e em Portugal pela


Fundação Cultural Avatar


Rua Pereira Nunes, 141 - Ingá - Niterói - RJ - Cep.: 24220-301 - Telefax: (21) 2621-0217


cujo endereço na Internet é: www.nitnet.com.br/~fcavatar 

 

                                                                                                                                                

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

<<< Voltar a página principal

 

 

 

 

O Triplo projeto Hierárquico

 

Shamballa

La Evolución Dévica

Magia Organizada Planetaria 

 

Um Triângulo de Poder Espiritual no Cone Sul

Brasil, Uruguai y Argentina...

 

 

Vicente Beltrán Anglada

Biografía 

dd

En Español >>>

aa

Em Português >>>

 

 

 

21 conferencias de V.B.A. en Barcelona

Las charlas dadas a los grupos esotéricos de España listas para descargar en tu disco...

 

 

 

50 conferencias de V.B.A. en Barcelona

Las charlas que Vicente dió a traves de su recorrido por toda la Argentina, listas para bajar a tu computadora

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Correio a: Sabiduría Arcana.org

Para pertenecer à Lista de envios [Sabiduría Arcana] só têm que enviar um correio ou

mail a: sabiduriarcana-subscribe@yahoogroups.com e automáticamente estarão dentro


 

 

Nedstat Basic - Web site estadísticas gratuito
El contador para sitios web particulares